Patagon M&A - Educação - Venda de divisão adia planos do Grupo Positivo em fazer um IPO


Os planos do Grupo Positivo em fazer um IPO (oferta pública inicial de ações, na sigla em inglês) da Positivo Educação foi adiada em, pelo menos, cinco anos. Um dos fatores que contribuiu para essa decisão foi a venda, por R$ 1,65 bilhão, do Sistema Positivo de Educação para a cearense Arco Educação.


Segundo Lucas Guimarães, vice-presidente do Grupo Positivo, sem a parte potencialmente vendida - o negócio depende do aval do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), órgão regulador da concorrência, o que pode acontecer em até seis meses -, o grupo ficou sem o tamanho ideal para a realização de um IPO. A receita anual do grupo, sem a unidade vendida, fica em R$ 840 milhões.


Outro fato que pesou na decisão do grupo em adiar a realização da oferta pública inicial de ações é a decisão de focar o lançamento em apenas um segmento. Isto ocorre, segundo Guimarães, porque os investidores podem fazer a diversificação de investimentos que for do seu interesse.


“Há no mercado o sabido efeito ‘desconto do conglomerado’ que se dá pela dificuldade de entendimento de um portfólio diversificado de empresas.”


"A transação marca uma nova fase de negócios no segmento de educação. Com a saturação dos negócios envolvendo unidades de ensino superior e um contexto macroeconômico mais delicado, que afeta os negócios no segmento, os negócios estão se redirecionando para áreas mais rentáveis."

Leia mais em: https://www.gazetadopovo.com.br/economia/venda-adia-planos-positivo-ipo/

Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square