Patagon M&A - Saúde - Amil descredencia 17 hospitais



A Amil, maior operadora de planos de saúde com 3,6 milhões de usuários, propôs a vários hospitais um modelo de remuneração em que os procedimentos médicos têm valores fixos, com base nos preços praticados no ano passado e desconto. A operadora se dispôs a negociar e pagar as possíveis diferenças após três meses. A proposta desagradou aos hospitais que recebem, em média, 85 dias após a data de realização dos procedimentos. Com isso, a remuneração acabaria sendo feita após seis meses, segundo o Valor apurou.


A Amil descredenciou 10 hospitais da Rede D'Or, no Rio de Janeiro, no ABC e Osasco (SP). Em outras cinco unidades da Rede D'Or (em Brasília, São Paulo e no Recife), e nos hospitais HCor e Leforte, na capital paulista, apenas alguns tipos de plano terão o atendimento cortado a partir de 21 de junho.


Ainda segundo fontes, a Amil cortou hospitais localizados em regiões onde possui rede própria. No Rio, a operadora é dona de vários hospitais e está rompendo com toda a Rede D'Or. Em São Paulo, o descredenciamento não é tão radical. Parte dos usuários poderá continuar usando os hospitais São Luiz. Os cortes, normalmente, abrangem os planos mais básicos da operadora. Em abril, a Amil inaugurou o Samaritano Paulista, especializado em cardiologia e situado na região da Avenida Paulista. O HCor e o Leforte Liberdade ficam na mesma região.

Leia mais em: https://www.valor.com.br/empresas/6232351/amil-descredencia-17-hospitais

Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square