Patagon M&A - Startups - Gestora brasileira capta US$ 150 milhões para investir em startups


O fundo de capital de risco brasileiro monashees foi criado em 2005, antes da explosão de startups no país, e já investiu em empresas bem-sucedidas como Peixe Urbano, 99Taxi, Rappi e Strider

Criada em 2005, a monashees (sim, o nome é escrito em letra minúscula) já atuava como uma gestora brasileira de capital de risco antes do ecossistema de startups explodir aqui no Brasil. Seu status não mudou com esse movimento – na verdade, o fundo de investimentos está na vanguarda do ecossistema, tendo auxiliado startups como a 99, Loggi, Rappi e Peixe Urbano atingirem grandes objetivos. Agora, a monashees ganha ainda mais fôlego para continuar esse trabalho. A gestora acaba de formar um fundo de US$ 150 milhões para investir em startups na América Latina.

Essa é a oitava rodada de investimentos realizada pela monashees. Ela incluiu investidores como o Brandywine Trust Group, S-Cubed Capital, Temasek, CreditEase, IDG, Mike Krieger (cofundador brasileiro do Instagram) e até da Universidade de Minnesota, dos Estados Unidos. Já no Brasil, 15 diferentes famílias e grupos não revelados investiram no fundo.

Leia mais em: http://fusoesaquisicoes.blogspot.com/2018/11/gestora-brasileira-capta-us-150-milhoes.html

Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square